top of page
  • Writer's pictureFernanda Matsuoka

A odisséia por trás da origem da cenoura laranja: um conto holandês


Say hi to these freshly harvested carrots

Prepare-se para uma deliciosa viagem aos anais da história holandesa, pois a Sapiens Travel apresenta um conto fascinante sobre a criação das cenouras cor de laranja. A história mergulha a mente curiosa num relato intrigante, repleto de símbolos emblemáticos da identidade e perseverança holandesas.


Poderá ser uma surpresa o facto de as cenouras nem sempre terem sido cor de laranja. Nos Países Baixos do século XVI, as cenouras existiam principalmente em tons de púrpura, branco e amarelo. No entanto, a era da Reforma Protestante trouxe uma profunda transformação.




Painted by Willem van Honthorst
The 4 generations of the House of Orange Princes (Rijksmuseum)

À medida que as marés deste período aumentavam, o cor de laranja evoluiu como um símbolo potente da resistência holandesa contra o domínio e a identidade espanhola. Esta cor tinha significado, pois simbolizava a Casa de Orange, a dinastia governante da época. Numa esplêndida demonstração de apoio aos seus governantes e à Reforma, os agricultores holandeses lançaram-se numa tarefa ambiciosa - o cultivo de cenouras cor de laranja.


Este esforço exigiu uma seleção e criação cuidadosas, mas os hábeis agricultores neerlandeses triunfaram na sua missão. Assim nasceu a cenoura cor de laranja, que hoje todos conhecem! A tonalidade vibrante tornou-se um marco da unidade, resiliência e orgulho holandeses, testemunho dos engenhosos agricultores.


Esta narrativa cativante não só realça a perícia dos agricultores holandeses, como também mas também mostra como a agricultura se entrelaça com as narrativas culturais e históricas. A humilde cenoura, ao que parece, tem um significado muito rico!


Na Sapiens Travel, queremos partilhar estas intrigantes narrativas históricas com os viajantes em Amesterdão e não só, continua a ser o cerne das experiências organizadas. A crença de que a compreensão do passado permite apreciar o presente é muito profunda. O trabalho árduo, a determinação e a criatividade dos agricultores holandeses ao longo da história merecem ser reconhecidos.



As suas contribuições vão para além da oferta de deliciosas cenouras cor de laranja; estabeleceram uma profunda ligação cultural ao passado. Junte-se a nós numa grande saudação a Willian Oranje I e a todos os agricultores holandeses que esculpiram a história das cenouras. Os seus esforços deixaram um impacto duradouro no património culinário e na identidade cultural dos Países Baixos. O seu legado continua a colorir pratos e paletas com o laranja vibrante da resiliência neerlandesa.

コメント


bottom of page